Mantenha-se atualizado!

Junte-se aos nossos leitores e receba nossas novidades

Evolução da Interface de Informação Humana

Ao longo da história, os humanos buscaram comunicar informações através de interfaces cada vez mais ricas. Os primeiros exemplos datam do início da história humana há 40 mil anos, quando os desenhos de cavernas foram usados pela primeira vez como uma forma inicial de comunicação. À medida que os seres humanos continuaram a evoluir, também temos nossos métodos para comunicar informações no mundo. Da invenção da impressora para o advento da internet, cada avanço na interface de informação humana desbloqueou imensas oportunidades.

Hoje vivemos em um mundo hiper-conectado. A revolução digital criou uma explosão de dados, desbloqueando enormes oportunidades e desencadeando níveis de produtividade sem precedentes. O advento da Internet e os computadores pessoais democratizaram o acesso à informação, e os smartphones nos permitem acessar essa riqueza de informações de praticamente qualquer lugar do mundo.

Enquanto a revolução digital e a ascensão da Internet das coisas continuam a liberar uma torrente de dados, ela também criou um fosso crescente entre as informações digitais e o mundo físico ao qual se relaciona. Cada vez mais, a restrição não é uma falta de informação, mas a capacidade de assimilar e atuar sobre a informação digital. Nossas atuais interfaces de tela 2D não são mais capazes de maximizar o potencial da revolução digital, e a realidade aumentada (AR) está emergindo como a solução para este problema.

Embora a explosão da informação digital continue a criar um imenso potencial, agora precisamos de uma interface para reduzir o fosso entre a informação digital e o mundo físico. Ao fornecer informações em contexto, a AR servirá como uma poderosa interface de informação de próxima geração para preencher a lacuna entre os mundos digital e físico, permitindo que os humanos finalmente maximizem as oportunidades criadas pela revolução digital.

Se AR for a solução, cada organização precisará de uma estratégia AR.

postado por: Repórter

Comentários